Poeta Sander Lee lança cordel sobre lenda urbana

folhe

“O preço da traição” é o título de folheto que Sander Lee lançará no dia 31 de agosto, no Centro Cultural Ariano Suassuna, em João Pessoa. O cordel contém 62 estrofes de sextilhas de puro lirismo e uma história brilhante baseada em fatos reais. “Sander Lee é um poeta de verve invejável que presa pelo bom cordel e sabe como ninguém elevar esta cultura pelos quatros da Paraíba”, disse Pádua Gorrion, editor da obra.

O cordel terá edição limitada.

Quando o fio do bigode
Era a letra do cartório
Quando a família da terra
Vivia de oratório
Uma amizade sincera
Em Riacho Doce impera
Diz um certo relatório

Dois rapazes se criaram
Na santa paz do lugar
Por onde passava o trem
E um rio a desaguar
Pros lados de Cabedelo
Com tanto carinho e zelo
Que fazia gosto olhar

Eram como dois irmãos
Queridos e sossegados
De manhã iam pra escola
De tarde pastavam gados
Das suas duas famílias
De noite para as homílias
Tranquilos, abnegados

Eram tempos sobranceiros
De perene poesia
O cordel lido nos lares
Dava uma certa harmonia
Informava, educava,
Com ele se viajava
Com ele se instruía

Leandro Gomes de Barros
Trazia tantos conselhos
Nos seus folhetos de feira
Onde esses dois fedelhos
Compravam-nos baratinhos
Em meio aos burburinhos
De bodes, vacas e coelhos

Depois iam ao cinema
Assistir aos filmes mudos
Inda não falando nada
Valiam mais que os estudos
Que a professora insana
Numa palmatória plana
Ensinava aos carrancudos

Os montes de abacaxis
Os torrões de açúcar bruto
Feira enorme de inhame
A igreja dobrando luto
O mercado, a carne verde,
A bandeira auriverde
Da barraca de charuto

[…]

Anúncios

J. Maciel estreia sua exposição no Sesc Cabo Branco

2017-07-26-PHOTO-00000309

“Brasil Nordeste – do litoral ao sertão” é a exposição que o artista plástico J. Maciel está estreando no dia 3 de agosto no CTL Sesc Cabo Branco, com vernissage às 19 horas.

O artista plástico escultor J. Maciel é Pernambucano do Recife. Iniciou sua trajetória profissional na década de 1980, quando conceituou todo o seu trabalho na preservação ao meio-ambiente através do desenvolvimento sustentável.

O artista utiliza como principal matéria-prima o metal, sobretudo, alumínio reciclado na sua fundição artesanal (de seu atelier ao ar livre, situado na Zona Rural do Bairro de Ouro Preto, em Olinda/PE), assim também como outros produtos que são reciclados para a criação e execução das obras esculpidas em diversos moldes e temas, retratando e imortalizando personalidades de diversos segmentos, agraciados com monumentos em múltiplos espaços da cultura do Brasil.

Jurandir Maciel é membro da Academia de Cordel do Vale do Paraíba.

Poeta acadêmico realiza exposição onde mistura poesia e artes plásticas

Capa do Portfólio de Poemas & Cores_

“Poemas e cores” é o título da exposição que Thiago Alves realiza no Colégio Motiva Ambiental, de 31 de julho a 17 de agosto, na rua Silvino Lopes, 255, Tambaú – João Pessoa, Paraíba. “Procuro mostrar a harmonia que existe na relação entre cores e poesia, com inspiração na arte rupestre do neopaleolítico, coladas com poemas que vão do clássico à literatura de cordel”, explica Thiago.

Thiago Alves é natural de Itabaiana, músico autodidata e membro da Academia de Cordel do Vale do Paraíba. Tem formação em Matemática pela Universidade Federal de Pernambuco e Pós-graduação em Biologia Molecular. Autor de vários livros de poesia, Thiago também é regente marcial.

Academia transfere data de homenagem ao poeta Bob Motta e define calendário até dezembro

musica

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba adiou para o dia 31 de agosto a homenagem póstuma ao poeta Bob Motta, falecido recentemente.  O sarau de homenagem será realizado no dia 31 de agosto,  no Centro Cultural Ariano Suassuna do Tribunal de Contas do Estado,  às 19 horas.

Foram definidas as datas de 26 de outubro, 24 de novembro e 14 de dezembro para ocupação do palco do Ariano Suassuna com eventos da Academia. No dia 24 de novembro, os poetas acadêmicos estarão abrindo a tocada da Filarmônica de Barra de São Miguel, numa mistura de música e poesia.

Em 14 de dezembro, os poetas estão planejando um espetáculo focado no Natal, com poemas natalinos e outras manifestações artísticas temáticas.

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ACADEMIA DE CORDEL DO VALE DO PARAÍBA

Ata da assembleia geral extraordinária da Academia de Cordel do Vale do Paraíba.

a1Aos oito dias de julho de 2017, reuniu-se a Academia de Cordel do Vale do Paraíba às 10 horas, no atelier de Jurandir Moura, centro histórico de João Pessoa, em Assembleia Geral Extraordinária, sob a presidência de Sander Lee que, após verificar quórum, leu a ordem do dia e pediu ao Secretário Fábio Mozart para ler a ata anterior que foi aprovada. O presidente pediu para registrar em ata as condolências pelo falecimento de Bob Motta, membro da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, sendo logo após rezada uma prece em intenção do “nobre poeta” falecido. Em seguida, o Presidente declarou vaga a Cadeira nº 12, quando foi lida carta da poetisa Cristine Nobre solicitando seu ingresso na Academia, em substituição a Bob Motta, aprovado pelos presentes. Após informes, foram formadas comissões para organização da Feira de Cordel no “Agosto das Letras” da Fundação Espaço Cultural. Outra comissão foi formada para audiência com o prefeito de Itabaiana, encaminhando solicitação para ocupação do prédio da União de Artistas e Operários. O tesoureiro Thiago Alves discorreu sobre a captação de recursos e atualização das anuidades, explicando os projetos em andamento. Thiago Alves encaminhou ainda proposição para deslocar alguns membros efetivos para a categoria de sócios correspondentes, sem obrigação de pagamento de anuidades, tendo em vista que tais sócios não interagem com a entidade, sendo as respectivas cadeiras disponibilizadas para pretendentes que realmente desejam participar da vida institucional da Academia, proposição aprovada por unanimidade. Jurandir Moura anunciou a realização da Confraria dos Boêmios no dia 15 de julho e Sander Lee falou sobre o “Tributo a Bob Motta”, a ser realizado no dia 27 de julho no Centro Cultural Ariano Suassuna, em João Pessoa. Sem mais, foi encerrada a assembleia geral.

 

 

Em audiência com Academia de Cordel, prefeito de Itabaiana garante centro cultural no pátio ferroviário

WhatsApp Image 2017-07-13 at 10.08.57 (1)

O projeto para tombamento e revitalização do pátio ferroviário do Triângulo está encaminhado e a Prefeitura de Itabaiana deverá iniciar as ações até o final do ano, foi o que garantiu o prefeito Lúcio Flávio, em audiência com Dalmo Oliveira, Fábio Mozart e Thiago Alves, da Academia de Cordel do Vale do Paraíba. A reunião contou com a presença de Herivelt Félix, Secretário Municipal de Cultura, o qual afirmou que os primeiros passos foram dados para a concessão do conjunto de prédios que pertenciam à Rede Ferroviária Federal, onde deverão ser instalados equipamentos culturais.

O projeto de ocupação do pátio ferroviário vem sendo tocado pela Sociedade Amigos da Rainha do Vale do Paraíba e Academia de Cordel há vários anos, produzindo um projeto técnico de salvaguarda dos bens arquitetônicos e urbanísticos de Itabaiana e delimitando os sítios históricos do Município. O documento, assinado pelo Dr. Hélio Costa Lima, teve também a participação na sua elaboração dos professores e historiadores Flaviano Maximus e Cinthia Lima, da Associação Memória Viva. O Plano de Salvaguarda oferece aos poderes públicos a base técnica necessária para o tombamento de edifícios e áreas urbanas, incluindo o pátio ferroviário e suas edificações.

SARAU POÉTICO NA LOJA DO SERTÃO

 

Sarau Poético
Sábado – 15 de julho de 2017, às 14h
Loja do Sertão – Av. Manoel Morais, 552 – Manaíra

João Pessoa-PB

A poesia revela
Lá na Loja do Sertão
No dia 15 de julho
Do ano em proposição
Oito grandiosos vates
De elevados quilates
Mostrados na relação.

E nessa constelação
Temos Chico Mulungu
Fábio Mozart, José Dantas
Marcos Alves no menu
Rodrigues Lima um rubi
Sander Brown e Sander Lee
Thiago Alves no sul.

Thiago Alves

sarau

Diretores da Academia de Cordel realizam assembleia e programam atividades

acvpb ass

Da esquerda para a direita: Marconi Araújo, Jandira Lucena, Sander Lee, Jurandir Moura, Thiago Alves, Fábio Mozart e Stelo Queiroga

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba esteve reunida em assembleia geral no dia 8 de julho de 2017, no atelier de Jurandir Moura, no centro histórico de João Pessoa, onde compareceram onze acadêmicos que fizeram, inicialmente, uma oração coletiva em intenção da alma do confrade Bob Motta, “grande artista paraibano que nos deu o prazer e a honra de conviver nesta Academia, sempre disposto a colaborar e interagir com todos os colegas”, conforme o Presidente, poeta Sander Lee. O secretário Fábio Mozart leu em seguida carta de pedido de admissão à Academia de Cordel do Vale do Paraíba, da poetisa Cristine Nobre Leite, de Guarabira, que foi aprovada por unanimidade.

Nos informes, foi dito que a Academia de Cordel do Vale do Paraíba foi convidada para participar da Feira de Cordel no Espaço Cultural, de 17 a 20 de agosto, e que no dia 27 de julho será realizada uma atividade no Centro Cultural Ariano Suassuna, em João Pessoa, ocasião em que a Academia fará homenagens ao falecido poeta Bob Motta.

Na ordem do dia, também foi discutida a questão dos sócios efetivos que não interagem com a Academia. “Em agosto de 2016, enviamos uma Carta Circular, solicitando desses confrades seu posicionamento em relação ao pagamento das anuidades e sobre seu real interesse em participar da Academia, mas não obtivemos retorno”, disse o Diretor de Finanças Thiago Alves, propondo que esses membros efetivos sejam deslocados para a categoria de sócios correspondentes, sem pagamento de anualidade, e que suas cadeiras sejam disponibilizadas para poetas que desejam realmente participar da vida da Academia e colaborar com suas atividades, proposição aprovada pela assembleia.

 

 

Poetisa de Guarabira é eleita para Academia de Cordel doVale do Paraíba

conferencia_de_comunicacao_para_rhs

A poetisa Cristine Nobre Leite, de Guarabira, Paraíba, teve seu nome aclamado como sócia efetiva da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, em assembleia realizada em 8 de julho no Museu de Artes Jurandir Moura, em João Pessoa. Cristine ocupará a Cadeira nº 12, que foi do poeta Bob Motta, falecido em Natal, Rio Grande do Norte.

A assembleia foi marcada por homenagens e orações coletivas dos poetas presentes em intenção de Bob Motta, “um grande artista que nos deu o prazer e a honra de sua convivência nesta Academia, desde sua fundação”, registrou Sander Lee, Presidente da entidade.

cordel cristineCristine Nobre Leite é odontóloga de Pacientes Especiais em Belém desde janeiro de 2006 e na Atenção Básica como dentista da UBS da zona rural do município de Pirpirituba, sendo Conselheira Municipal de saúde deste município desde 2011. A poetisa destaca-se pela sua atuação em comunicação na área de saúde, utilizando o cordel como meio de informação e “garantia de saúde” na área onde atua.  Seu trabalho foi destaque na I Conferência Nacional Livre de Comunicação e Saúde que aconteceu em Brasília, entre os dia 18 e 20 de abril de 2017, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) com o slogan : ” Direito à informação, garantia de direito à saúde”.

A posse de Cristine Nobre Leite foi marcada para o dia 27 de julho no Espaço Cultural Ariano Suassuna, do TCE-PB, em João Pessoa, ocasião em que a Academia de Cordel do Vale do Paraíba fará uma homenagem póstuma ao poeta Bob Motta.