aka

A Encenadora Kalline Brito visita a biblioteca (sessão Teatro) da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, parceira do Coletivo Porta Cênica. Ao lado, o cordelista Fábio Mozart.

A atriz, encenadora e produtora cultural Kalline Brito, do Coletivo Porta Cênica, em João Pessoa, visitou a Biblioteca da Academia de Cordel do Vale do Paraíba e conversou com Dalmo Oliveira e Fábio Mozart, nesta terça-feira (21), ocasião em que se disponibilizou para auxiliar nos projetos culturais da entidade.

O Coletivo Porta Cênica é uma pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, que tem como finalidade produzir e realizar projetos nas áreas de cultura, turismo e meio ambiente, implementar o Programa Arte Educação para o Desenvolvimento Humano através do Teatro, voltado a crianças, adolescentes e jovens das populações de baixa renda, prestar serviço de assessoria e consultoria na elaboração de projetos culturais, turísticos e do meio ambiente para a captação de recursos e realizar eventos artísticos e culturais criando oportunidades para a difusão da produção regional e intercâmbio.

Na ocasião, o cordelista Fábio Mozart convidou Kalline para montar e produzir o espetáculo “Cordel do fogo apagado”, com poetas acadêmicos. “Será um prazer trabalhar mais uma vez com essa linguagem, pois já produzi um espetáculo para o cordelista Francisco Diniz, em Santa Rita, e tenho muita ligação com essa forma de arte”, disse Kalline.

Anúncios