stelo-queiroga

Stelo Queiroga (direita) publica cordel na internet, onde formou comunidade de poetas

O poeta Stelo Queiroga tomará posse no dia 24 de janeiro na Cadeira 22 da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, em solenidade no Espaço Cultural em João Pessoa. “Para nós, é uma imensa satisfação receber o acadêmico Stelo Queiroga ao nosso grêmio, como cordelista engajado e de alta qualidade”, disse Sander Lee, Presidente da Academia.

Stelo Queiroga publica seus versos na internet e organiza saraus com poetas ligados a portais de literatura. “Acredito na mágica da poesia e seu poder de mudar qualquer um com seu toque divino”, afirma Stelo.

O patrono da Cadeira 22 é Apolônio Alves dos Santos, nascido em Serraria, Paraíba, em 20 de setembro de 1926, mas chegou muito moço a Guarabira, onde foi criado. Começou a escrever folhetos aos vinte anos. Faleceu em 1988 em Campina Grande. Escreveu cerca de 120 folhetos, sendo os principais: O herói João Canguçu, Façanhas de Lampião. O aventureiro do Norte, Epitácio e Marina, O pau de arara valente, O pistoleiro da vila, Olegário e Albertina entre o crime e o amor e O noivo falso engenheiro.

Anúncios