benjamim

Fábio Mozart, da Academia de Cordel, com o professor Benjamim em Itabaiana

O professor José Benjamim Pereira Filho, Pró-reitor adjunto de cultura da Universidade Estadual da Paraíba, assinalou para a possibilidade de intercâmbio cultural com organizações não governamentais de cultura da cidade de Itabaiana, notadamente a Academia de Cordel do Vale do Paraíba. O convite chegou à Academia através do folclorista, geógrafo e professor mestre Agnaldo Barbosa, mentor do Grupo de Tradições Populares Acauã da Serra.

No dia 4 de dezembro, a Academia de Cordel e outras entidades culturais de Itabaiana estarão reunidos para definir metas para 2017, em planejamento estratégico no Fórum Permanente de Artistas e Produtores Culturais de Itabaiana, momento em que os projetos que contarão com o apoio da UEPB serão discutidos.

Para Agnaldo Barbosa, que é itabaianense, o intercâmbio será muito produtivo, “haja vista nosso interesse comum, já que o professor Benjamim também é itabaianense e tem o maor respeito e admiração pelo trabalho que fazem os ativistas culturais da terra de Zé da Luz”.

O poeta Sander Lee, da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, disse que esse contato haverá de frutificar e desenvolver novas ideias e projetos importantes para a cultura local.  “Sementes espalhadas em solo fértil tendem a fazer crescer árvores frondosas e quando encontram semeadores com bons projetos e intenções favoráveis à comunidade em que vivem, as sementes são levadas por um estímulo extra para florescer”, acrescentou o Reitor Rangel Júnior, da UEPB.

Anúncios