atyiA Academia de Cordel do Vale do Paraíba e a Sociedade Cultural Poeta Zé da Luz intensificam neste final de ano a mobilização para arrecadar livros usados de literatura (livros técnicos e didáticos estão fora da campanha) para distribuir entre comunidades carentes, bibliotecas públicas e bibliotecas de escolas, além de aumentar o acervo do projeto Biblioteca Viva, que expõe livros para troca em ambientes públicos.

A proposta tem boa receptividade e recebido incentivo de escritores paraibanos, entre eles Tião Lucena, que disponibilizou vários títulos de seu acervo para o projeto. As pessoas que quiserem doar livros para a campanha podem entrar em contato com Sander Lee, Presidente da Academia de Cordel, pelo celular (83) 99628-4756. “A ideia é compartilhar conhecimentos e valorizar a solidariedade, um valor também transmitido pelo projeto”, afirmou Sander Lee.

Tião Lucena (foto) é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá. É autor de vários livros, entre eles “A guerra de Princesa”. “Peste e cobiça” e “Acima de qualquer suspeita – o lado engraçado dos políticos”.

 

Anúncios