lagoa secaO poeta e cordelista Josafá de Orós lança, no dia 29 de maio, a partir das 17h00, na sede da Academia Paraibana de Letras, o folheto intitulado “Pequena História de Lagoa Seca em Cordel”. A atividade faz parte da terceira plenária da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, que terá também posse de novos membros e recital com o poeta Bob Motta, de Natal, Rio Grande do Norte.

“Resgatar um pouco da história de Lagoa Seca, a partir de poucos registros, foi, de fato, um grande desafio. Com o modesto trabalho, espero contribuir com o fazer da cultura local e que essa pequena publicação possa chegar aos estudantes da rede municipal de ensino, assim como aos milhares de moradores de nossa multicultural cidade de Lagoa Seca”, afirmou Josafá.

O cearense Josafá de Orós, residente atualmente na estância Poiésis, zona rural de Lagoa Seca, além de cordelista é pintor, escultor, muralista, xilogravurista e produtor cultural. Na imprensa paraibana publicou dezenas de artigos e ensaios sobre estética, filosofia, sociologia, artes, entre outros. Poeta de grade estilo, frequentemente participa de vários certames literários com obras poéticas singulares de sua autoria.

Na Academia de Letras do Vale do Paraíba, Josáfa de Orós ocupa a cadeira nº 3, cujo patrono é Manoel Monteiro.

Anúncios