João BernardoCom 86 anos de idade, o agricultor e poeta João Bernardo da Silva, que nasceu no município de Aroeiras, Paraíba, mas radicado em Itabaiana há 35 anos, vive uma vida recatada, com seu grande talento poético ainda desconhecido do público Itabaianense e paraibano. Evangélico, ele foi descoberto pelo também poeta Antonio Costta e convidado para fazer parte da Academia de Cordel do Vale do Paraíba. “São valores poéticos como este que temos que dar visibilidade e divulgar, para que, não apenas os leitores atuais, mas as futuras gerações tomem conhecimento desse artista, que tem muito a nos ensinar com sua simplicidade, inteligência e experiência de vida”, afirmou Antonio Costta.

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba dará posse aos seus integrantes no dia 24 de janeiro, sábado próximo, na Câmara Municipal, com presenças do Secretário de Cultura do Estado, Lau Siqueira, Presidente da Academia de Letras da Paraíba, escritor Damião Ramos Cavalcanti, e da Presidente da Academia Feminina de Letras e Artes,  Bernardina Maria Juvenal Freire de Oliveira.

Logo após a solenidade, o Secretário de Cultura de Itabaiana, Luciano Marinho oferecerá coquetel aos convidados e poetas na Casa de Recepção Finesse.

Anúncios