Câmara de Itabaiana homenageia membros da Academia de Cordel

valdo

Valdo (esquerda) e Sander Lee, da Academia de Cordel

A Câmara Municipal de Itabaiana entrega hoje, quarta-feira (24), o título de Cidadão Itabaianense a Valdemir Almeida, o Enxuto, em sessão solene às 20 horas. Também receberá a comenda Zé da Luz o poeta Orlando Otávio, na mesma solenidade.

Valdemir Almeida chegou em Itabaiana em 1958 para trabalhar nos  Correios e Telégrafos, tendo se radicado na cidade por mais de 50 anos, tempo em que destacou-se como desportista e animador social, sendo pessoa muito conceituada pelos de sua geração.

Valdo, como é mais conhecido, reside atualmente em João Pessoa, onde exerce o cargo de Presidente da Associação dos Aposentados dos Correios. “Repito sempre a frase já muito usada: saí de Itabaiana, mas Itabaiana não saiu de mim”, costuma afirmar Valdo, que é Relações Públicas da Academia de Cordel do Vale do Paraíba e está sempre convergindo para Itabaiana, focado na sua vida social, cultural e esportiva.

 

Prefeitura de Guarabira convida poetas da Academia de Cordel para encerramento de curso de produção de folhetos

fabio thiago

A Prefeitura de Guarabira, através da Secretaria de Cultura e Turismo e Memorial do Cordel José Camelo de Melo,  convidou os poetas Fábio Mozart e Thiago Alves, da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, para o encerramento do 2º Curso de Produção de Folhetos (Cordel), no dia 19 de maio, a partir das 19h30, no auditório do Casarão da Cultura, localizado na Praça João Pessoa, nº 43, centro – Guarabira.

Em razão do sucesso registrado no primeiro curso, realizado em novembro de 2016, foi constado um grande número de pessoas interessadas em aprender mais a respeito da história e conhecimento acerca da literatura do cordel, motivo este que estimulou a referida Secretaria a promover uma segunda edição do curso, que contará com professores cordelistas que atuaram no primeiro curso, como Paulo Gracino, Elias dos Santos, João Pedro, Chico Mulungu e Baraúnas.

Os poetas Fábio Mozart e Thiago Alves falarão sobre a importância da literatura de cordel e sobre como esta forma de expressão está cada vez mais viva, com poetas que atuam na divulgação paradidática dessa linguagem, a exemplo de Pádua Gorrion, de Itatuba, e Antonio Marcos Monteiro, de Itabaiana, professores que estimulam o seu uso como recurso paradidático, despertando o interesse do aluno pela leitura e pelo conhecimento dos processos de construção da poesia.

Prefeito de Itabaiana prestigia recital de poetas da Academia de Cordel

aca ita3

Poetas, músicos e gestores culturais na plenária da Academia de Cordel do Vale do Paraíba

O prefeito Lúcio Flávio Costa, de Itabaiana, recebeu no sábado (13) os poetas da Academia de Cordel do Vale do Paraíba que realizaram uma plenária na Escola Nossa Senhora das Graças, com lançamento de livro, show musical de Roberto Cajá e Meire Lima, além de recital dos poetas Tiago Monteiro, de Pocinhos, Pádua Gorrion e Maurício Lima, de Itatuba, Orlando Otávio, Beto Lucena, Sander Lee, Thiago Alves, Antonio Costta e Renaly Oliveira. Na reunião também ocorreu o lançamento do livro “Sonetos de vida”, do poeta João Theotonio e performance teatral de Aline Alencar, com participação da atriz Zezita Matos.

Os poetas da Academia foram recepcionados com jantar oferecido pela Secretaria de Cultura do Município, cujo titular, Herivelt Félix, se disse satisfeito com a festa da poesia na terra de Zé da Luz que faz aniversário neste mês de maio.

Lúcio Flávio afirmou que é motivo o de satisfação participar de momentos culturais como a plenária da Academia, e que a entidade deveria programar mais eventos como este em Itabaiana. “Vamos trabalhar para que nossa cidade possa oferecer um ambiente propício para apresentações artísticas, com mais conforto e adequação”, frisou ele.

aca ita1

Vereador de Itabaiana apresenta voto de aplauso para Academia de Cordel

academia

Academia foi fundada em 2015 em Itabaiana

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba receberá Voto de Aplauso proposto pelo vereador Rodrigo Feição na próxima terça-feira (16) na Câmara de Vereadores de Itabaiana. Fundada em 2015, a instituição tem membros da Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

Segundo Rodrigo, a Academia se consolidou como a casa do poeta cordelista, incentivando a difusão e produção da literatura de cordel e o aprimoramento cultural com projetos ligados ao incentivo à leitura.

O Presidente da Academia de Cordel, poeta Sander Lee, agradeceu pelo reconhecimento público do vereador à entidade, sediada em Itabaiana, e aproveitou para convidar a população itabaianense para a plenária que ocorrerá neste sábado (13) na Escola Nossa Senhora das Graças, com declamações dos poetas, cantoria de Roberto Cajá e a cantora itabaianense Meire Lima, além da atriz Zezita Matos.

Plenária da Academia de Cordel acontece em Itabaiana com lançamento de CD e livro de sonetos

abb

Poeta e folclorista Bob Motta, de Natal (RN) estará na plenária

A cidade de Itabaiana, no agreste paraibano, receberá no próximo sábado (13) uma plenária da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, dentro da programação da comemoração dos 126 anos de emancipação política da cidade.

Além de declamação com os poetas Sander Lee, Orlando Otávio, Renaly Oliveira, Agenor Otávio, Beto Lucena, Thiago Alves, Tiago Monteiro de Pocinhos, Lorena Alysson, Maurício Lima de Itatuba, Sander Brown, Antônio Costa, Pádua Gorrion, Bob Motta de Natal e Elson Lima de Ingá, membros da Academia, o evento contará com o lançamento do livro “Sonetos de Vida”, de João Teothonio, com apresentação musical de Roberto Cajá e Meire Lima, que lançará o CD “Quiosque da Poesia”, e com a participação da atriz paraibana Zezita Matos, que participou da novela “Velho Chico”, da Rede Globo.

Completando a programação do evento, a atriz Aline Alencar fará uma performance teatral do cordel “A chegada de Lampião no inferno”.

O evento, que tem apoio da Prefeitura de Itabaiana, terá início às 19h30 na Escola Municipal Nossa Senhora das Graças (antigo Colégio Técnico). A entrada é gratuita.

Academia de Cordel reúne cerca de 400 pessoas para ouvir e declamar poesia

acad 6-5-17

A Mostra Cultural da Academia de Cordel do Vale do Paraíba foi realizada no último sábado (6) no Centro Cultural Ariano Suassuna do Tribunal de Contas do Estado. No evento, performances teatrais, lançamento de livros e folhetos, homenagens a artistas e produtores culturais e declamação dos poetas.

“Ficamos felizes com o resultado da Mostra, que foi vista por um bom público, em parceria com o Centro Cultural Ariano Suassuna, sendo este o primeiro da série de eventos que deveremos realizar neste equipamento cultural em 2017”, disse Sander Lee, Presidente da Academia.

Cerca de 400 pessoas prestigiaram a Mostra, que foi encerrada com cantoria do músico Roberto Cajá. 

aca zezita 6-5-17

Atriz Zezita Matos abrilhantou o sarau

 

Abaixo, professora Beth Baltar, da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, entrega Prêmio Jamima Oliveira ao poeta Lau Siqueira, em nome da Associação de Bibliotecários da Paraíba

aca 6-5-17

Sander Lee fez o cerimonial do evento, que teve performance da atriz Aline Alencar

academ 6-5-17Poetas de Guarabira, Itabaiana, João Pessoa, Campina Grande e Sapé participaram do sarau

academia 6-5-17Flávio Sátiro Fernandes Filho (ao centro, de paletó cinza) Diretor do Centro Cultural Ariano Suassuna, com participantes do evento

academiaA 6-5-17Roberto Cajá recebeu o Diploma de Honra ao Mérito Cultural Zé da Luz e cantou músicas do seu repertório

 

Poeta da Academia de Cordel lança livro de pensamentos poéticos

antonioo

No papel onde outrora os traços a lápis arrebatavam olhares, as letras traçam a novas linhas na métrica e no ritmo da poesia. Antonio da Costa Silva, ou Antonio Costta é um “ajuntador de palavras”, como ele mesmo se define. “Um amante da poesia que adora escrever como um menino traquino”, diz.

A cidade onde nasceu, Pilar, na região da Mata paraibana seria um prenúncio de uma trajetória sólida, sustentada nas letras e na fé. O respeitado poeta é autor de quatorze livros, de dois CDs gravados de poesias recitadas, membro da Academia de Cordel do Vale do Paraíba e ainda artista plástico.

Com uma trajetória destacada por escritores e jornalistas nacionais e internacionais, Antonio Costta decidiu que a filosofia de um ajuntador deveria ser compartilhada. Por isso, o autor lança agora um livro novo, “Pensamentos de um Poeta”.

O escritor conversou com o Conexão Boas Notícias sobre sua trajetória, poesia, religião, e intercâmbio litero/cultural, que proporcionou levar a sua arte para outras terras.

“Pensamentos de um Poeta”. Do que trata a obra?

“Pensamentos de um Poeta” é uma coletânea de pensamentos que fui escrevendo ao longo de minha vida e que agora, aos 45 anos, resolvi publicá-los numa edição bilíngüe (em português e espanhol).

É sobretudo, uma visão do mundo através da ótica de um poeta que escreve seus pensamentos desde sobre a importância da leitura até o fazer poético, escrevendo ainda sobre a importância de vários temas, como amor, amizade, fé, humildade, solidão, inveja, política, etc… Todos pertinentes à condição humana na terra.

“Da vida, a melhor parte,

é amar com amor e arte!”

(Trecho do livro Pensamentos de um Poeta)

Dos desenhos para a poesia. Como descobriu a arte das palavras em versos?

Na adolescência, estudando em Pilar, precisamente no Colégio Estadual José Lins do Rêgo, eu era conhecido como o desenhista da escola. Mas em 1985, quando uma forte enchente do Rio Paraíba arrancou a ponte que ligava a zona rural à sede do município, ficamos impossibilitados, eu e meus irmãos, de estudarmos em nossa terra natal por causa da dificuldade de atravessarmos o rio na época da cheia.

Então, minha mãe resolveu nos transferir para que prosseguíssemos nossos estudos a cidade vizinha de Itabaiana, aonde viria a apaixonar-me pela poesia, ouvindo meu professor Aristóteles recitar na sala de aula poemas de Castro Alves, Augusto dos Anjos, Zé da Luz e Ronaldo Cunha Lima.

“Que momento d’esplendor
Naquela sala de aula,
A turma batendo palma,
Vibrando com o professor!
Com os versos do Condor,
Castro Alves, sem capuz,
Escravos sofrendo nus,
Nos versos sem fantasia.
Descobri a poesia
Na terra de Zé da Luz!”

(Trecho de Descobri a poesia na terra de Zé da Luz)

A letra do hino da cidade de Pilar é de sua autoria. Como foi compor um símbolo tão representativo da sua cidade natal?

Honra-me muito ser o autor da letra do hino oficial de meu município. Eu estava começando a escrever meus primeiros poemas quando soube, através do então Secretário de Educação do município, Pastor Linaldo Guerra, da necessidade de se criar o Hino de Pilar. Então, mostrei a ele duas estrofes de um poema que eu tinha escrito sobre Pilar e quando ele leu ficou impressionado e disse: “está aqui o embrião de nosso hino!”.

Uma semana depois lhe apresentei a letra completa, que foi aceita e musicada pelo músico José Cosmo de Souza, que por sua vez começou a apresentá-lo nas solenidades do município. Três anos após, em 2002, a Câmara Municipal de Pilar o aprovou, por unanimidade, como o Hino Oficial do município.

“Aqui num olhar profundo
Te namorou “Pedro II”;
És conhecida até os confins
Nos romances de Zé Lins!

Pilar, terra amada;
Pilar, terra querida;
Pilar Deus te plantou
No Vale do Paraíba!…”

(Trecho da letra do Hino Oficial de Pilar)

Transita entre a linha espiritual-religiosa e o viés laico. De que forma esse lado cristão é expressado nas suas poesias?

Escrevo como quem dá conselhos e como quem ora a Deus, de joelhos. Minha poesia sacra está reunida em um livro intitulado Poesia Cristã. Procuro louvar a Deus e enaltecer seu nome em tudo que faço, mesmo quando não estou escrevendo poesia com essência evangelística, procuro escrever de uma forma ética para que o nome do Senhor seja glorificado através de minha escrita.

“Sairei pelo mundo em defesa do amor

A pregar Jesus Cristo como Salvador;

A mostrar que o perdão é que cura o rancor…

Sairei pelo mundo em defesa do amor.”

 (Trecho de Em defesa do amor)

Livros publicados. Foto: Reprodução

Mantém contato próximo com poetas e a cultura da América Latina e da Europa. Qual a importância desse intercâmbio para o seu trabalho?

Tenho interagido, através da internet, com vários escritores do Brasil e do exterior. Inclusive, publiquei uma coletânea poética intitulada “O Poder do Amor”, que escrevi em parceria com as escritoras Maria Petronilho (de Portugal), Teresa Ovejero de Vinciguerra (da Argentina) Alma Velásquez de La Mora (do México) e Cristino Vidal Benavente (da Espanha) publicada no idioma original de cada autor, em 2014.

Este intercâmbio litero/cultural tem proporcionado para mim não só a oportunidade de divulgar minha produção poética, entre leitores de outras nacionalidades, mas a de amadurecer como escritor e de fazer verdadeiras amizades que têm perdurado por mais de seis anos.

Lançamento

O livro “Pensamentos de um Poeta” já está disponível para compra virtual. O lançamento da obra está marcado para o dia 4 de junho, às 14h, na Câmara Municipal de Pilar, no encerramento da Semana Cultural José Lins do Rêgo que será realizada de 29 de maio a 4 de junho. O poeta é membro efetivo da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, com sede em Itabaiana.

Para adquirir o novo livro e demais obras:

https://www.clubedeautores.com.br/authors/143871

Conheça mais o trabalho do Autor:

http://www.recantodasletras.com.br

http://antoniocostta.blogspot.com.br/

Programa Abelardo Jurema Filho recebe poetas da Academia de Cordel do Vale do Paraíba e divulga Mostra Cultural da Academia

aa

Abelardo Jurema com Sander Lee

O apresentador Abelardo Jurema recebeu em seu programa de TV, nesta terça-feira, 2, os poetas Sander Lee e Sander Brown, os quais divulgaram a Mostra Cultural que acontecerá no dia 06 de Maio, às 18 horas, em parceria com o Tribunal de Contas do Estado, no Centro Cultural Ariano Suassuna.

 

Na oportunidade, o poeta Sander Brown ofertou um exemplar do seu livro “Cangote envenenado” ao apresentador, cortesia da Editora Penalux, que estará presente na Mostra Cultural com sorteio de livros aos convidados.

 

A Mostra Cultural terá lançamento de livros, declamações, performances teatrais e entrega do Troféu Zé da Luz e Comenda Jemima Oliveira a artistas e produtores culturais. Também será homenageado nesta edição da Mostra o cantor e compositor Roberto Cajá, recebendo o Troféu Zé da Luz. Entre os poetas declamadores, está a atriz Zezita Matos. O Secretário de Cultura de Pilar, poeta Antonio Costta, entregará o Troféu Zé da Luz à neta de dona Nair, brincante do boi bumbá naquela cidade, falecida em 2016.

Abelardo Jurema destaca atividade cultural da Academia de Cordel

acad abel

No dia 6 de maio, a Academia de Cordel do Vale do Paraíba e Centro Cultural Ariano Suassuna, do Tribunal de Contas do Estado, realizam Mostra Cultural com lançamento de livros, exposição, performances teatrais e declamação de poemas.

O evento foi destaque na coluna de Abelardo Jurema, edição de domingo, 30, do Correio da Paraíba, na versão impressa.

O jornalista e empresário Abelardo Jurema assina a coluna mais lida da imprensa paraibana. Abelardo é autor de cinco livros e membro efetivo da Academia Paraibana de Letras.